Eles inspiram #4

em

E quem são ELES?

Apresento-vos o José e a Inês:

ines e jose

O José provavelmente já conhecem.. é o autor do blog “De Sedentário a Maratonista” e organizador do grupo Corrida Noturna do Parque das Nações  e tanto ele como a Inês treinam na GOALL com o PT Daniel Santos

O que é que me inspira?

Normalmente o nosso despertador cá em casa toca cedo. Mas há dias em que toca e parece que nos deitámos há 5 minutos. Todos nós já passámos por isto. Mas depois há sempre algo nos faz levantar da cama de um pulo e sair para começar o dia. Muito provavelmente a fazer exercício.

É difícil. Nunca ninguém disse o contrário. E é o que costumo dizer a muitas das pessoas com quem falo sobre isto de praticar desporto, perseguir objetivos, ou simplesmente ter um estilo de vida ativo. Sim, há dias em que custa muito. Custa motivarmo-nos para nos conseguirmos levantar da cama e ir treinar, antes de começar o dia de trabalho. Ou para chegar a casa e, quando tudo o que nos apetece é sentar no sofá, ainda tiramos 1 hora para ir correr. Assim como custa evitar comer aquele bolo ou doce, porque o que queremos é perder peso. Mas quando passamos aquela fronteira em que começamos a ver os resultados a aparecer e os nossos sonhos cada vez mais ao nosso alcance, aí começa a verdadeira motivação.

Cá em casa somos dois a praticar desporto. Eu e ela. O miúdo mais velho também faz, mas noutra sintonia. Fazemo-lo porque gostamos, mas também porque queremos tirar algo prático disto. Queremos viver melhor e com um corpo melhor. E queremos viver com saúde, para podermos aproveitar da melhor forma tudo o que de bom a vida tem para nos dar. Hoje, somos o que se pode chamar de um casal “fit”. E se eu não tivesse um dia optado por ter uma vida ativa e deixar o sedentarismo da vida anterior, talvez nunca nos tivessemos cruzado e não fossemos assim. E só por causa disto, o universo parece que me diz todos os dias que é este o Caminho certo.

Depois, já sabemos que não caminhamos para novos. Mas tanto eu como ela sentimo-nos cada vez mais novos. Ou, pelo menos, sentimo-nos cada vez mais capazes. A nossa idade metabólica não chega aos 30 anos. E isto que sentimos deve-se ao estilo de vida que decidimos ter: praticar desporto, viver ativamente, mas também comer bem, comer coisas boas, gravando na nossa consciência e medindo nas nossas ações, que as grandes indústrias alimentares existem é para ganhar dinheiro e não para nos alimentar corretamente. Assim, a nossa opção é, também aqui, ter um estilo de vida saudável, enchendo a casa com uma boa percentagem de alimentos de origem natural e biológica e o mínimo possível de alimentos processados. Na verdade, diga-se, este devia ser o estilo de vida normal e natural de todos nós.

E é assim que vivemos todos os dias. De forma ativa por fora, mas também por dentro. Porque tudo o que fazemos de bem, desde que acordamos até nos deitarmos, sobrepõe-se aos stresses e às dificuldades que nos aparecem pela frente. Somos todos humanos. E é mais fácil sucumbir do que persistir. Mas é sem dúvida mil vezes mais gratificante sermos fiéis a bons princípios. Afinal de contas, a felicidade não é um objetivo, mas um caminho. E isto sim, inspira-me. Inspira-nos.”

José e Inês

Para terminar aconselho-vos a ver este mini video deste SUPER CASAL a treinar:

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s